quarta-feira, 13 de maio de 2009

Vamos correr?

A Mundo Terra, sempre inovando nos temas e assuntos, resolveu procurar saber mais sobre corridas de aventura pelo Brasil e, investigando no site Adventuremag (http://www.adventuremag.com.br/) descobrimos uma históra de superação, determinação e acima de tudo uma história contra todos nossos preconceitos. Confira abaixo na íntegra a vencedora do concurso Corrida De Aventura É Tudo!
Por:
Caroline Luciane Broering Dutra - Florianópolis (SC)

Fui uma criança considerada frágil. Meus pedidos para acampar ou fazer escotismo eram ignorados, pois não combinavam com a menina tímida e magra. Cresci assim, sendo protegida de minhas idéias “imaturas” de aventura.

Quando finalmente me formei em 2000 comecei a ir atrás das experiências que tanto desejei na infância. Comecei fazendo trilhas e comprei uma mountain bike.Certo dia do ano de 2002, num aniversário, um amigo chegou atrasado e explicou que estava numa corrida de aventura.

Quando me explicou do que se tratava, disse entusiasmada: EU QUERO PARTICIPAR! Para minha surpresa todos riram de mim. Eu fiquei muito contrariada, mas já era dona do meu nariz e fui atrás de informações.

Fiz um curso de orientação onde conheci um casal e montamos um trio. A primeira prova ocorreu 2 meses depois: 92 km, largada meia noite e nenhum preparo físico. Meus pais visivelmente apavorados diziam que ficariam esperando minha ligação de resgate e cheguei a ficar com medo (será que realmente não era algo para mim?).


Porém não seria agora que eu ia desistir e descobri o enorme poder da mente: mesmo sem preparo físico, prossegui na prova por 16 horas. Tivemos cortes, mas conseguimos terminar, percorrendo quase 70 km. A felicidade foi enorme, fui testada pela natureza, pelos meus instintos.

Passei a treinar e fiz dezenas de provas.
As corridas de aventura trouxeram a certeza de quem eu era, do que eu gostava de fazer, desafiaram meus medos e me fortaleceram enquanto pessoa. Todos podem, basta querer!
Quem me conhece fora das provas não acredita que sobrevivo aos esportes, especialmente às corridas de aventura. Digo rindo aos surpreendidos: “Frágil, eu?” E completo para justificar: “Nasci no corpo errado. Apesar da aparência, meu espírito é forte e aventureiro.”

Se interessou no esporte? Tem dúvidas sobre onde ir ou quais equipamentos usar? Faça sua pergunta, deixe eu recado, participe!

2 comentários:

  1. tai, que legal.. Quero eu correr tras dos meus sonhos assim como ela o fez!
    hehehehe
    abs!!

    ResponderExcluir
  2. Olá Mundo Terra
    Fazendo uma pesquisa na internet, acabei esbarrando com a minha história neste blog! Que bacana vocês divulgarem. Espero que tenha motivado muita gente desde então.
    Eu continuo com as minhas aventuras, especialmente através de viagens a países diferentes.
    Tenho publicado os relatos no meu blog: http://www.coordenadaxy.com/
    Vou acompanhar o blog de vocês pois tem tudo a ver com o meu.
    Até mais!

    ResponderExcluir